• (64) 3621-4336
  • dept_atendimento@sethoresg.com.br

Palavra do Presidente


 

TRANSPARÊNCIA E SERIEDADE

 

Vivemos hoje uma profunda crise social. A manifestação mais evidente desta crise está, sem dúvida, nos altos índices de desemprego que aterrorizam a sociedade.
 
Percebe-se que movimento sindical tem sido bombardeado de todos os lados e passa por momentos de tensão e dificuldade, pois o governo tem tentado de tudo para enfraquece-lo e não podemos aceitar esta imposição, então a tendência é de nos empenharmos mais para fazermo-nos conhecidos pelos trabalhadores da nossa categoria e nos tornarmos mais fortes com o apoio de cada trabalhador para vencermos todos os obstáculos que estão sendo propostos.
 
A reforma trabalhista trouxe diminuição de benefícios aos trabalhadores, impondo condições que, sozinhos, não conseguirão converter. Além disso, o novo governo propôs acabar com a Justiça do Trabalho, o que pode trazer outros malefícios aos brasileiros.
 
Com tantas mudanças, o sindicato precisará ainda mais do apoio de cada um de vocês e é através da associação que a categoria ganha força para lutar contra as mazelas, buscando garantir o que foi negociado por anos e manter os benefícios constantes em convenção coletiva que são superiores aos previstos em lei, criados para proporcionar uma melhor condição de vida aos trabalhadores.
 
Se os sindicatos deixarem de existir dificilmente o funcionário conseguirá negociar diretamente com seu patrão, pois o capital tem maior peso a mão de obra, ficando o lado mais fraco a mercê da imposição do que lhe for determinado pelo outro lado.
 
Senhora(e)s Trabalhador(a)es está na hora de acordar e perceber que em tempos tão difíceis será preciso ainda mais de uma entidade atuante para lutar pelos seus direitos e reajuste salarial anual e condições sociais e econômicas plausíveis à atualidade.
 
Temos que estar atentos as mudanças que vêm ocorrendo, já tivemos a reforma trabalhista e agora está por vir a reforma da previdência, e como podemos ver os direitos dos trabalhadores estão sendo retirados e se não fizermos algo no futuro não distante estaremos voltando a era da escravidão e aí não teremos volta mais.
 
TRABALHADORES, ESTAMOS EM UMA NOVA ETAPA, ERA ESSA QUE DEVERÁ SER DE MUITA LUTA, ACORDE PARA A VIDA E DÊ VALOR A QUEM ESTÁ DISPOSTO A BRIGAR POR SEUS DIREITOS, NÃO DEIXE MORRER A ÚNICA INSTITUIÇÃO QUE TEM BUSCADO MELHORIAS PARA A SUA VIDA.
 
SÉRGIO DOS SANTOS MACEDO
PRESIDENTE SETHORESG